cisto no ovário

Cisto no ovário – Sintomas, causas e tratamento

Os cistos ovarianos são bolsas sólidas ou cheias de líquidos que podem aparecer tanto na parte interna quanto na externa dos ovários. O cisto no ovário é comum e encontrado especialmente em mulheres que estão em idade reprodutiva, o que compreende desde os 15 até os 35 anos de idade, podendo surgir diversas vezes no decorrer da vida.

Dependendo do tamanho do cisto e do seu material, pode haver a necessidade de uma maior investigação. Saiba mais sobre o cisto ovariano no nosso post.

O que causa o cisto no ovário?

Os cistos ovarianos são causados por alterações no interior dos ovários ou relacionados a eles. Eles podem surgir todos os meses como parte do ciclo menstrual e também durante a gravidez.

Na maioria das vezes eles desaparecem sozinhos, mas existem cistos mais raros que podem causar até a infertilidade na mulher e devem ser removidos cirurgicamente. Os mais recorrentes tipos de cistos ovarianos são: cisto folicular; cisto de corpo lúteo; cisto hemorrágico; cisto dermoide; endometrioma ovariano e cistoadenoma.

Sintomas do cisto no ovário

Geralmente o surgimento do cisto ovariano não produz indícios e ele desaparece espontaneamente. Mas caso o cisto cresça muito, fique torcido no ovário ou se rompa, alguns sintomas podem aparecer. São eles:

  • Dor no abdômen ou na região pélvica;
  • Inchaço no abdômen;
  • Dor na parte inferior das costas ou coxas;
  • Dificuldade para engravidar;
  • Menstruação irregular;
  • Aumento de peso;
  • Dor durante as relações sexuais;
  • Sensibilidade nas mamas;
  • Náuseas e vômitos.

Tratamentos para cistos ovarianos

O tratamento dos cistos de ovário depende de alguns fatores como a idade da mulher, a aparência e o tamanho do cisto, os tipos de sintomas e se a paciente encontra-se pós-menopausa.

Observação

A observação é recomendada especialmente em mulheres com o ciclo menstrual ativo e que foram diagnosticadas com um pequeno cisto funcional (2-5 centímetros). Esses cistos podem ser acompanhados através de exames de ultrassonografia nos meses seguintes para o ginecologista se certificar que desapareceram.

Pílulas Anticoncepcionais

O ginecologista poderá prescrever anticoncepcionais para evitar a ovulação e prevenir o desenvolvimento de novos cistos. Os contraceptivos também podem reduzir o risco de câncer de ovário.

Video Laparoscopia

Trata-se de um procedimento cirúrgico para remover o cisto. A laparoscopia envolve incisões perto do umbigo e na maioria dos casos a paciente pode ir para casa em 24 horas. Este tipo de cirurgia geralmente não afeta a fertilidade da mulher e sua recuperação é rápida.

Laparotomia

Incisão que ocorre no abdômen para remover cirurgicamente o cisto. Indicado quando os cistos são grandes e causam risco à saúde da mulher. O cisto deve ser enviado para uma biópsia imediata para determinar se há o risco de ser cancerígeno.

Na maioria das vezes, os cistos de ovário são indolores e não têm potencial maligno. Muitas mulheres só descobrem que estão com cisto no ovário após realizarem exames ginecológicos de rotina. Consulte-se regularmente e não deixe de fazer os exames indicados pelo seu ginecologista.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como ginecologista em Patrocínio e Patos de Minas.

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp