endometriose cuidados

Quais cuidados devo ter em relação à endometriose?

O endométrio é um tecido que envolve o interior do útero. Todos os meses, o endométrio fica mais espesso para receber um embrião e completar o ciclo da reprodução humana. Quando não ocorre gravidez, o endométrio é expelido juntamente com a menstruação. Acredita-se que em alguns casos, parte desse sangue vai em direção oposta e migra para a cavidade abdominal, podendo causar assim a endometriose. Esta é uma das teorias possíveis para explicar essa doença que pode começar a se desenvolver nas primeiras menstruações. Geralmente é diagnosticada quando a mulher tem cerca de 30 anos.

Se você tem sentido cólicas menstruais intensas, dores na região pélvica e durante as relações sexuais, dificuldade para engravidar, fadiga, sangramento menstrual intenso ou irregular e alteração nas funções intestinais ou urinárias durante a menstruação, consulte logo seu ginecologista. Algumas mulheres não apresentam sintoma algum, por isso a ida ao médico regularmente é muito importante. Essa doença é difícil de ser diagnosticada com exames físicos e pode ser investigada com exames de ultrassom, dosagem de marcadores, ressonância e outros.

Apesar de não ser uma doença grave, pode levar a mulher à infertilidade. E, como não existe um consenso entre os médicos sobre o que leva uma paciente a desenvolver a doença, não existem campanhas de prevenção. Alguns pesquisadores relacionam a doença à genética, à imunologia, outros ao uso de determinados medicamentos e malformações uterinas.

Como não existe uma teoria comprovada, vale repetir que visitas regulares ao seu ginecologista são a melhor forma de prevenção ou detecção de qualquer anomalia.

Após o diagnóstico, o médico vai analisar para decidir qual o melhor tratamento, se via medicação ou cirurgia. Não existe cura para a endometriose. O que é feito é o controle da dor e a diminuição de outros sintomas, assim como a viabilização de uma possível gravidez. Em casos mais graves ela deverá se dirigir a algum centro de reprodução humana, pois a melhor alternativa é a fertilização in vitro. O tratamento com medicamentos é feito com analgésicos, anti-inflamatórios, DIU e outros. Já em casos onde a cirurgia é recomendada, é realizado o procedimento da videolaparoscopia, e é possível remover partes dos tecidos ou, em casos mais sérios, de órgãos pélvicos por inteiro.

Detectando a endometriose no início, o tratamento menos invasivo terá mais sucesso. Conheça seu corpo e converse sempre com seu ginecologista.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre esse assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como ginecologista em Patrocínio e Patos de Minas!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp