hormonios

Hormônios: você conhece o papel deles no seu organismo?

Entender o que se passa no nosso corpo é um passo fundamental quando o assunto é a saúde e o bem-estar. Nesse cenário, parte importante desse entendimento é saber o que são e como atuam no organismo certas substâncias químicas, como é o caso dos hormônios.

Você sabia que são mais de 60 hormônios em ação no corpo humano? Produzidos por glândulas (alguns tecidos e neurônios) e injetados em nossa corrente sanguínea, eles são responsáveis por realizar certos processos corporais como o metabolismo, o crescimento e a sexualidade.

Abaixo, veja quais são os principais papéis dos hormônios:

  • Manter o equilíbrio das funções biológicas dos órgãos;
  • Integrar os variados sistemas do organismo;
  • Auxiliar as funções reprodutoras;
  • Regular o crescimento e a regeneração celular;
  • Manter a temperatura corporal e a sede;
  • Atuar na função cognitiva e no humor.

Quando falamos do corpo feminino, há hormônios específicos que desempenham funções primordiais. É fundamental, nesse sentido, ter atenção a possíveis desregulações:  o excesso ou a deficiência de hormônios provocam alterações funcionais que devem ser observadas.

Quais são e para que servem os hormônios femininos?

O sistema hormonal da mulher compreende principalmente: a DHEA, a testosterona, a progesterona, o estrogênio, levotiroxina e o cortisol, sendo os mais conhecidos a progesterona e o estrogênio.

1- A Testosterona

É encontrada em maiores concentrações no homem, mas também existe em menor quantidade no corpo da mulher. Seu excesso provoca acne, agressividade e alteração no tom da voz. Por outro lado, índices baixos do hormônio causam anemia, perda do desejo sexual e fadiga, dentre outros fatores.

2- A DHEA

Produzida pelas glândulas adrenais, considerado o esteróide mais abundante na circulação sanguínea. Utilizado como precursor na produção de outros hormônios. Juntamente com a testosterona e DHT compõe os hormônios com atividade androgênica.

3- A Progesterona

Ligada à formação do embrião, regulação do ciclo menstrual e viabilidade da gestação, esse hormônio prepara o útero para acomodar o embrião, auxiliando na formação do leite materno. Sua baixa produção acarreta infertilidade, alteração do ciclo menstrual e abortos repetidos. Seu excesso gera acne, baixo humor, sonolência, dores musculares, fadiga e prisão de ventre.

4- O Estrogênio

O estrogênio tem papel central no sistema hormonal feminino, pois é ele que proporciona o desenvolvimento das características secundárias da mulher, estimula o crescimento do útero, atua sobre o tamanho das mamas, das coxas e dos músculos. Sua carência faz surgir insônia, suores noturnos, lapsos de memória e osteoporose. Em excesso, ocasiona náuseas e vômitos, dores de cabeça e propensão ao risco de trombose.

5- A Levotiroxina

Hormônio produzido pela glândula tireóide e controlado por feedback hipotalâmico como os outros hormônios principais. Atua principalmente no metabolismo mas interfere na regulação do ciclo menstrual e gravidez.

6- O Cortisol

Tem ação anti-inflamatória no corpo, no metabolismo da glicose e nas respostas do sistema imunológico. Se deficiente, acarreta ansiedade, insônia e falta de apetite. Já a produção excessiva de cortisol provoca perda dos cabelos, insônia e demora no processo de cicatrização.

De fato, a influência dos hormônios é extensa. Portanto, é preciso observar sempre o ciclo menstrual e todas as alterações descritas acima, a fim de avaliar corretamente as condições de saúde e bem-estar.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como ginecologista em Patrocínio e Patos de Minas!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp