Menstruação Irregular

Menstruação irregular pode ser sinal de outras doenças

O ciclo menstrual tem início no final da infância, marcando o ingresso da mulher na fase da adolescência. É o início do seu amadurecimento, até entrar na fase adulta. Esse ciclo será interrompido apenas quando a mulher estiver grávida ou quando chegar à menopausa, por volta dos 47 anos.

Os ciclos menstruais são controlados pelo próprio cérebro, através dos ovários, que produzem os hormônios responsáveis pelo estímulo da menstruação no útero.

A menstruação é a descamação do endométrio, uma camada que recobre o útero por dentro. Trata-se de um processo de preparação para o caso de haver fecundação de um óvulo em períodos férteis. Assim, o embrião se desenvolveria encoberto pelo endométrio.

Se a fecundação não ocorre, a descamação acontece e desce, então, o fluxo sanguíneo, denominado menstruação. Quando é a primeira vez, é chamado de menarca.

Um período menstrual considerado regular, ocorre entre 2 e 7 dias, com intervalos a cada 21 e 35 dias. Em adolescentes  e mulheres na pré menopausa o intervalo habitualmente fica irregular. Por ciclo, são perdidos aproximadamente 80 ml de sangue.

Algumas falhas nesse período podem ocorrer e, não necessariamente, signifiquem gravidez. Algumas falhas, inclusive, chegam a 90 dias. Quando se percebe que já ultrapassou dois ciclos, é melhor investigar as causas.

O que pode ser esta falha?

Se não foi praticado sexo recente sem proteção, algumas causas da irregularidade podem ser: endometriose, alterações hormonais, ovários policísticos, síndrome de Asherman (graves cicatrizes no revestimento interno do útero com aderências), amamentação, hímen não perfurado, tumor nos ovários, anorexia ou bulimia, ganho ou perda excessiva de peso, estresse emocional, hipo ou hipertireoidismo, esquecimento na tomada da pílula anticoncepcional, miomas uterinos, inflamações como cervicites e salpingites, pólipos no endométrio ou no colo do útero, uso de DIU (dispositivo intrauterino) medicado, espessamento do endométrio e neoplasias malignas do útero.

Quais os sinais de que a menstruação está descontrolada? Como não entrar em pânico?

Primeiramente, tenha em mente que, se não houver ejaculação sem proteção dentro da vagina, as chances de uma gravidez são bem remotas. Embora possa haver uma gestação apesar de uma ejaculação externa a vagina, as possibilidades são bem pequenas. Porém não se esqueça que até naquela pequena quantidade de líquido que precede a ejaculação já encontramos um número expressivo de espermatozoides. Sendo assim não brinque com a sorte, se não quiser engravidar.

Se não foi esse o caso, procure um médico. Vale a pena analisar, por exemplo, se o tempo entre uma e outra menstruação começa a sofrer alguma alteração para mais ou menos tempo, se você perde mais ou menos sangue a cada período menstrual e se o período menstrual varia com frequência.

O quanto antes buscar ajuda, mas rapidamente a situação voltará ao normal e a tranquilidade retornará. Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como ginecologista em Patrocínio e Patos de Minas.

Comentários

Posted by Dr. Rodrigo Tavares